Página Inicial
 
 
- Alta Floresta - Mato Grosso
 
  Últimas Notícias
 
Realizado terceiro curso de meliponicultura em Alta Floresta
04-12-2015 - 09:28

O projeto Olhos D’ Água da Amazônia realizou no último dia 28 de novembro, mais uma edição do curso básico de meliponicultura, que é a criação de abelhas nativas sem ferrão. As abelhas possuem papel fundamental na função ecológica, pois além de contribuir para o equilíbrio dos ecossistemas tem a função de agente polinizador na recuperação de áreas degradadas. A parte teórica foi realizada na sala de reuniões da Prefeitura já a parte prática no Meliponário Municipal. E contou com a participação de 20 pessoas.

Anteriormente já foram realizados dois cursos onde aproximadamente 50 pessoas foram capacitadas para trabalhar com o manejo das abelhas nativas da Amazônia. O curso é divido em duas etapas teórica e prática, onde são abordados temas que perpassam desde a legislação e regularização ambiental e definição sobre meliponicultura, e na parte prática trabalha com a reprodução e alimentação das abelhas onde os participantes tiveram oportunidade de conhecer como o trabalho é desenvolvido. O fortalecimento da cadeia produtiva da meliponicultura é uma das metas contempladas na segunda fase do Projeto Olhos D’ Água da Amazônia que é financiado pelo BNDES/Fundo Amazônia, a atividade é um viés econômico e ambiental.

A secretária municipal de Meio Ambiente, Aparecida Sicuto, destaca que este é a terceira capacitação realizada com os produtores rurais. “O poder público sabe da importância de levar conhecimento aos produtores e por meio do Projeto Olhos D’ Água da Amazônia isso está sendo possível, visando fortalecer a cadeia produtiva da meliponicultura em Alta Floresta”, diz Sicuto.

Segundo a engenheira agrônoma, Juliana Ferreira da Silva, a criação de abelhas sem ferrão é uma atividade que pode ser integrada na recuperação de áreas de preservação, e tem cultura de ciclo curto, além de contribuir na polinização. “Esses cursos tem o propósito de ensinar aos produtores as técnicas de reprodução e alimentação, para atuarem com a meliponicultura, além de proporcionar uma renda extra com a meliponicultura”, explica a engenheira.

O Meliponário Municipal conta com 300 colmeias e até o término do projeto Olhos D’ Água da Amazônia, em março de 2016, será realizado mais um curso e distribuição das colmeias, prioritariamente serão beneficiados, proprietários rurais que estão recuperando as áreas de preservação permanentes degradadas, rios e represas.

Fonte: Giselle Oliveira Assessoria de Comunicação – Projeto Olhos
 
  Notícias Relacionadas
 
 
  Comentários
 
 
 
 
  Vídeos
  ASSEMBLEIA DE MATO GROSSO ENTREGA AMBULÂNCIAS
 
  Publicidades
WATSSAP
 
  Últimas Notícias
Política
| 16-11-2017 10h:51m
Servidores exigem garantia de salário no dia 10 e fim dos incentivos a
Política
| 16-11-2017 10h:47m
R$ 40 mil apreendido em armário no TCE
Esporte
| 16-11-2017 10h:13m
Cuiabá Arsenal embarca em busca de vaga na final do brasileiro
Política
| 16-11-2017 10h:10m
Homologada cautelar que impede Prefeitura de Paranaíta a pagar empreit
 
 
  Publicidades
 
  Facebook
 
Anjos Notícias 2011 - 2016 - Todos os direitos reservados
Av. Paulo Pires, 550 - Setor G - Alta Floresta - Mato Grosso | (66) 3521-1738 | (66) 9 8404-4744 | (66) 9 9224-4376 | (66) 9 9903-0669