Página Inicial
 
 
- Alta Floresta - Mato Grosso
 
  Últimas Notícias
 
Temporada 2016 será aberta com Vittor Santos em homenagem a Milton Nascimento
26-03-2016 - 11:01

Sob a regência do maestro Leandro Carvalho, a Orquestra do Estado de Mato Grosso retorna aos palcos neste fim de semana com a grande tarefa de promover uma incursão pela música de um dos mais cultuados compositores da história da música brasileira, Milton Nascimento. Os concertos de abertura da Temporada 2016 ocorrem no sábado e no domingo (26 e 27.03), no Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros, com apresentações às 20h. O ingresso social custa dois quilos de alimentos não perecíveis que devem ser trocados no dia das apresentações.

Canções de Milton foram rearranjadas para orquestra por Vittor Santos e seu infalível arcabouço criativo. “São oito peças selecionadas a dedo a partir de um acervo tão extenso quanto primoroso”, explica Vittor Santos, solista convidado para os concertos que marcam a volta da Orquestra aos palcos mato-grossenses. 

Com Fernando Brant, Lô Borges, Márcio Borges, seus parceiros do Clube da Esquina, além de Ronaldo Bastos, Bituca (apelido que Milton recebeu nos anos 60) compôs as canções em destaque nos Concertos Oficiais de março. São elas: Barulho de trem, Canção da América, Clube da Esquina 2, Cravo e Canela, Encontros e despedidas, Nos Bailes da Vida, Ponta de Areia e a emocionante Travessia, canção que deu nome à seu primeiro disco, em 1967.

Os concertos que homenageiam o legado do célebre compositor propõem um olhar singular sobre a obra do carioca de nascimento, mas mineiro de Três Pontas, de coração, enaltecendo harmonias e ritmos de canções eternizadas em mais de meio século de carreira. 

“Há tempos venho conversando com Vittor Santos sobre esta homenagem. Ele me contava que havia preparado esses arranjos como uma forma de expressar a amizade e admiração que nutre pelo gênio da música brasileira. Mas as notas acabaram ficando no papel, aguardando pelo momento certo para ganhar vida", revela o maestro Leandro Carvalho. 

E Vittor Santos não virá sozinho! O instrumentista e arranjador vem acompanhado de nomes consagrados da música brasileira como Andrea Ernst Dias e Daniel Garcia (flautas), Pedro Milmam (piano), Rômulo Gomes (contrabaixo) e Antônio Neves (bateria). "São instrumentistas de primeira grandeza, artistas consagrados que vêm contribuindo há tempos para a música brasileira", revela Leandro Carvalho. 

Com mais de 300 canções gravadas, Milton Nascimento alcança sua sétima década de vida como um dos mais relevantes artistas do país de todos os tempos. “Sua música e de todo o Clube da Esquina marcou os corações dos brasileiros por gerações e, com certeza, marcará ainda os jovens que se importam em ouvir a voz que vem do coração e daqueles que possuem a estranha mania de ter fé na vida”, conclui Vittor Santos. 

Os músicos

Na linha de frente do grande time que exibe as peças daquele que já pode ser considerado um novo capítulo na trajetória da OEMT, está o amigo pessoal de Milton, Vittor Santos. Arranjador, compositor, trombonista e produtor, ele coleciona dezenas de participações como instrumentista e/ou arranjador em trabalhos de grandes artistas como Chico Buarque, Caetano Veloso, Leny Andrade, Gal Costa, Moraes Moreira, Miltinho, Elza Soares, Ivan Lins, Francis Hime, Leila Pinheiro, Fátima Guedes, Mário Adnet, Maria Schneider, Hamilton de Holanda, Ricardo Silveira, Ed Motta, e muitos outros artistas.

Para o contrabaixo, os concertos destacam Rômulo Gomes, músico que já dividiu palcos e gravações com Milton Nascimento, Caetano Veloso, Chico Buarque, Edu Lobo, Gilberto Gil, Ney Matogrosso, Hermeto Pascoal, Ed Motta, Gal Costa, Nana Caymmi, Lenine, Emílio Santiago, Jaques Morelenbaum, João Bosco, Paulinho da Viola, Ana Carolina, João Donato, Johnny Alf, Ivan Lins, Dory Caymmi, Ivete Sangalo, Zizi Possi, Jesse Harris, Carlos Bala, entre muitos outros artistas importantes.

Nos últimos dois anos, Rômulo integrou a banda do Prêmio da Música Brasileira, atuando como baixista, auxiliar de arranjos e copista. Atualmente, além de seus shows e produções próprias, Rômulo acompanha Francis Hime, Carlos Lyra, Roberto Menescal, Ricardo Silveira, Zé Renato, Leny Andrade e Joyce.

Tantas parcerias renderam a Rômulo vasta produção fonográfica. São mais de cem discos e DVDs com sua participação. Um instrumentista absolutamente inconteste, será um grande privilégio para o público da Orquestra de Mato Grosso ver/ ouvir de perto esse importante instrumentista da música brasileira interpretando clássicos de Milton Nascimento.

Outro artista que foi convidado para a homenagem a um dos mais cultuados compositores da história da música brasileira de todos os tempos, é o pianista Pedro Milman. Responsável pelas trilhas de abertura de programas de TV, ele também já integrou a orquestra de grande musicais, como "Hairspray", Miguel Falabela, “Beatles num Céu de Diamantes", de Charles Möeller e Cláudio Botelho, além ser co-arranjador e regente de um dos programas do Criança Esperança, da TV Globo.

Como sideman acompanhou tocando piano, teclado e programando sintetizadores, os cantores Lulu Santos, Pepeu Gomes, Lobão, Marina Lima e Paula Morelenbaum, com quem já tocou em 12 países, incluindo Japão e Macedônia.

Sob regência do maestro Leandro Carvalho, também figura a flautista Andrea Ernest Dias. Ao ouvir a sonoridade de seu instrumento, ao certo a plateia será transportada para atmosfera delicada das canções de Milton Nascimento. Sua flauta pode ser ouvida em várias gravações do grande artista brasileiro.

Além de contribuir para a obra de Milton Nascimento, Andrea participou de premiados álbuns da discografia brasileira e seu instrumento pode ser ouvido em gravações de Caetano Veloso, Chico Buarque, Baden Powell, Moacir Santos, Guinga, Edu Lobo, Cássia Eller, Rosa Passos, Dona Ivone Lara e Zé Kéti, entre outros artistas da MPB.

Fazendo dueto no instrumento da família das madeiras, também está o flautista Daniel Garcia, grande expressão do cenário jazzístico brasileiro. Em breve poderemos apreciar seu mais recente trabalho, tributo a grandes mestres como John Coltrane, Miles Davis e Thelonious Monk, trabalho realizado em conjunto com Ana Azevedo (piano) e Lipe Portinho (contrabaixo), um dos muitos projetos do grupo Tutti, o qual faz parte. O grupo Tutti cria uma abordagem jazzística de obras do repertório de concerto, cujas releituras abrem espaço para o improviso instrumental. 

A Orquestra

Criada em 2005, a Orquestra é uma realização do Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Cultura. Em 2016, suas duas principais séries de concertos - Oficiais e Didáticos -, são realizadas em conjunto com o Ministério da Cultura, por meio da Lei de Incentivo à Cultura e têm os patrocínios da Amaggi e do Grupo Petrópolis. Apoio cultural do Amazon Plaza Hotel, Fisk Inglês e Espanhol, Soul Propaganda, Rühling Inteligência em Contabilidade, Rádio Centro América e Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

Fonte: MTGOV
 
  Notícias Relacionadas
 
 
  Comentários
 
 
 
 
  Vídeos
  ASSEMBLEIA DE MATO GROSSO ENTREGA AMBULÂNCIAS
 
  Publicidades
WATSSAP
 
  Últimas Notícias
Política
| 21-11-2017 11h:48m
Taques manda repórter estudar e diz que eucalipto é floresta, ambienta
Economia
| 21-11-2017 11h:37m
TJ nega recurso do Estado e mantém reposição salarial de 11,98% a poli
Economia
| 21-11-2017 11h:34m
Mato Grosso deve movimentar mais de R$ 22 milhões
Gerais
| 21-11-2017 11h:27m
Cuiabá e 61 cidades de Mato Grosso têm alerta para tempestades, vendav
 
 
  Publicidades
 
  Facebook
 
Anjos Notícias 2011 - 2016 - Todos os direitos reservados
Av. Paulo Pires, 550 - Setor G - Alta Floresta - Mato Grosso | (66) 3521-1738 | (66) 9 8404-4744 | (66) 9 9224-4376 | (66) 9 9903-0669