Página Inicial
 
 
- Alta Floresta - Mato Grosso
 
  Últimas Notícias
 
Alta Floresta implanta programa educativo
03-02-2017 - 10:52

A juíza diretora do Foro da Comarca de Alta Floresta (803km ao norte de Cuiabá), Milena Ramos de Lima e Souza Paro, tem colhido bons resultados com a recente implantação do Programa Educativo para Usuários e Dependentes de Drogas (PEUDD), que já conta com a participação assídua de quatro jovens que frequentam os encontros quinzenais. A iniciativa foi implantada na unidade judiciária por meio da Portaria nº 2/2016. 

Conforme explica a magistrada, o PEUDD visa a aplicação da medida educativa de comparecimento a programa ou curso aos infratores (usuários e dependentes de drogas) que respondem a procedimentos criminais perante a 4ª Vara da Comarca de Alta Floresta (Juizado Especial Criminal) pela prática do delito previsto no artigo 28 da Lei nº 11.343/2006.

A Portaria dispõe as ações do programa educativo são desenvolvidas por psicólogos e assistentes sociais que compõem a equipe multidisciplinar credenciada pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso. 

Os trabalhos são realizados mediante acolhimento individual do infrator, com realização de anamnese psicossocial com duração de 60 minutos, e, na sequência, por grupos operativos compostos por até cinco participantes, com encontros semanais de 60 minutos, durante o período de tempo estabelecido em decisão judicial ou a critério da equipe multidisciplinar após análise da necessidade de cada caso concreto. O cumprimento da medida educativa dura no máximo cinco meses e, no caso de reincidência, o prazo máximo de 10 meses. 

Os trabalhos foram iniciados na comarca com a criação de um grupo composto por quatro jovens, que têm participado assiduamente dos encontros semanais. “Vislumbrei a necessidade de criação do programa educativo para subsidiar os magistrados e outros operadores do Direito no que diz respeito à aplicação da pena prevista no artigo 28, III, da Lei nº 11.343/2006 e, especialmente, com o escopo de buscar o integral atendimento ao infrator usuário e dependente de drogas ilícitas, bem como de prevenir a prática de infrações penais ligadas ao uso de substâncias entorpecentes”, enfatiza a juíza Milena. 

A magistrada acredita que o PEUDD aumentará a possibilidade de os usuários e dependentes de drogas compreenderem os malefícios do uso de substâncias entorpecentes e propiciará uma mudança de vida aos participantes do programa. 

A medida educativa de participação no programa é aplicada no início do procedimento criminal em trâmite no Juizado Especial Criminal, mediante aceitação da proposta pelo infrator em audiência presidida pela juíza Milena Paro, responsável pelo Jecrim. 

Além da magistrada, a equipe envolvida com a criação e implantação do programa é composta por psicólogos, assistentes sociais e assessores, além do gestor-geral e de uma estagiária.

Fonte: Assessoria TJMT
 
  Notícias Relacionadas
 
 
  Comentários
 
 
 
 
  Vídeos
  ASSEMBLEIA DE MATO GROSSO ENTREGA AMBULÂNCIAS
 
  Publicidades
WATSSAP
 
  Últimas Notícias
Política
| 16-11-2017 10h:51m
Servidores exigem garantia de salário no dia 10 e fim dos incentivos a
Política
| 16-11-2017 10h:47m
R$ 40 mil apreendido em armário no TCE
Esporte
| 16-11-2017 10h:13m
Cuiabá Arsenal embarca em busca de vaga na final do brasileiro
Política
| 16-11-2017 10h:10m
Homologada cautelar que impede Prefeitura de Paranaíta a pagar empreit
 
 
  Publicidades
 
  Facebook
 
Anjos Notícias 2011 - 2016 - Todos os direitos reservados
Av. Paulo Pires, 550 - Setor G - Alta Floresta - Mato Grosso | (66) 3521-1738 | (66) 9 8404-4744 | (66) 9 9224-4376 | (66) 9 9903-0669