Página Inicial
 
 
- Alta Floresta - Mato Grosso
 
  Últimas Notícias
 
Servidores demitidos de hospital recorrem à Justiça em Alta Floresta
11-11-2017 - 10:52

A falta de garantia em acerto trabalhista levou ex-funcionários a procurarem advogados

Mais de 250 servidores que atuavam no Hospital Regional Albert Sabin, de Alta Floresta, tiveram seus contratos encerrados com a unidade onde atuavam através do Instituto Pernambucano de Assistência Social e Saúde. O Governo do Estado de Mato Grosso reassumiu a unidade, ainda em 2015 quando continuou se responsabilizando com os salários dos servidores. Mas no final de outubro de 2017, numa reunião marcada pela direção, todos foram surpreendidos com o anúncio de dispensa. Sem saberem como vão receber os direitos trabalhistas, muitos ou a grande maioria recorreu à Justiça.


O Ipas, conforme informações, não enviou qualquer representante para falar em acerto com os funcionários. Por outro lado, os servidores também cobram responsabilidade do estado, que é quem responde pelo Hospital Regional, unidade para quem os funcionários prestavam serviço. “Entendo que o estado é responsável solidário”, comentou o advogado Luiz Cuissi, que representa pelo menos 135 servidores com ações na Justiça.


Doutor Luiz Cuissi lembrou 2015 quando o estado pegou o Hospital de volta e conseguiu meios para continuar com a equipe de servidores, mesmo esses sendo registrados junto ao Ipas. “E porque que agora fugir da responsabilidade”, questiona o defensor da causa ainda alegando que o governo fica apontando falhas no Instituto enquanto que do outro lado, o Ipas acusa o estado de ter lhe dado prejuízos financeiros em relação a repasses. 


Alguns servidores dispensados no final de outubro foram recontratados em novembro, mas com contrato temporário, de um ano, sem direitos como férias e décimo terceiro. Outros foram demitidos devido terem cursado comente o ensino fundamental e alguns, mesmo de licença, foram mandados para a rua. “Teve funcionária grávida, gente que tinha sofrido acidente, mas todos foram exonerados”, diz o advogado.


“O fato é que eles precisam receber os seus direitos e não conseguem nada, nem mesmo dar baixa na carteira para pegar FGTS, Seguro Desemprego”, finalizou o advogado.

Fonte: JCidade
 
  Notícias Relacionadas
 
 
  Comentários
 
 
 
 
  Vídeos
  ASSEMBLEIA DE MATO GROSSO ENTREGA AMBULÂNCIAS
 
  Publicidades
WATSSAP
 
  Últimas Notícias
Política
| 16-11-2017 10h:51m
Servidores exigem garantia de salário no dia 10 e fim dos incentivos a
Política
| 16-11-2017 10h:47m
R$ 40 mil apreendido em armário no TCE
Esporte
| 16-11-2017 10h:13m
Cuiabá Arsenal embarca em busca de vaga na final do brasileiro
Política
| 16-11-2017 10h:10m
Homologada cautelar que impede Prefeitura de Paranaíta a pagar empreit
 
 
  Publicidades
 
  Facebook
 
Anjos Notícias 2011 - 2016 - Todos os direitos reservados
Av. Paulo Pires, 550 - Setor G - Alta Floresta - Mato Grosso | (66) 3521-1738 | (66) 9 8404-4744 | (66) 9 9224-4376 | (66) 9 9903-0669