Página Inicial
 
 
- Alta Floresta - Mato Grosso
 
  Últimas Notícias
 
Polícia Civil prende oito pessoas por extração ilegal de madeira
22-10-2012 - 07:23

Dois grupos que comandavam a extração ilegal em uma fazenda de mata fechada, na região de Nova Mutum, no Médio-Norte do Estado, foram presos pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (19.10), com mais de 250 toras de várias espécies de madeira. Oito pessoas foram presas em flagrante pela Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema) com apoio de policiais da Delegacia Municipal de São José do Rio Claro. O dono da fazenda também será indiciado por formação de quadrilha. Ele havia vendido a madeira que era extraída irregularmente.

Por duas vezes policiais civis vistoriam a área da fazenda “Sertão”, a 130 quilômetros de Nova Mutum e 60 Km da cidade de Tapurah, para averiguar denúncia de extração ilegal de madeira. Na primeira, no ano passado, os policiais não conseguiram flagrar a ação de duas quadrilhas que agem na floresta. Nesta semana, ao retornarem a fazenda flagraram dois grupos distintos derrubando madeiras em extremidades opostas da fazenda.

Numa ponta foram presos Sílvio Ferrari, Fagner Augusto Goes e Roque Xavier, com dois caminhões e um trator utilizado para derrubar as árvores. Um dos caminhões já estava com as toras na carroceria e outro era carregado quando os policiais chegaram à clareira. Do outro lado da fazenda, os policiais prenderam Ademir Fraporti e seu filho Claor Fraporti, Márcio Secco, Edson Rodrigues Domingues e Vanderlei Ruzalen, com duas carretas bitrem, um trator, uma caminhonete F1000, duas motocicletas e uma motosserra. As toras que ainda estavam no chão seriam colocadas nas carretas e levadas para a região Médio-Norte e Norte do Estado.

Segundo um dos investigadores que esteve na fazenda, os grupos agem de forma discreta, abrindo pequenas clareiras apenas para os caminhões passarem e adentram na mata fechada cortando árvores que depois são arrastadas até os caminhões. De acordo com as investigações da Polícia Civil, a extração ilegal de madeiras da fazenda é comandada por uma pessoa da região de Sinop, que vem financiando o corte de árvores sem permissão, para abastecer madeireiras que fomentam o desmatamento ilegal da floresta.

Conforme o delegado Carlos Fernando Cunha, os presos foram autuados em flagrante na Lei de Crime Ambiental 9.605/98 - transporte ilegal de madeira, desmatamento, extração de madeira sem licença -, além de falsificação de documento público, uso de documento falsificado e formação de quadrilha. Foram dois flagrantes, um com três pessoas, que não tinham documento da madeira e foi arbitrado em fiança para cada um dos presos. “Simplesmente não tinham documento algum, mas vão responder por crimes ambientais e formação de quadrilha”, disse o delegado Cunha.

O segundo grupo, com cinco presos, permanecem presos, pois estavam usado Guia de Transporte de Floresta do município de Nova Mutum falsa, para retirar a madeira da área. O dono da fazenda Goishi Faito, de 87 anos, denunciou o furto de madeira nas Delegacias de Nova Mutum e São José do Rio Claro. Mas, na verdade era ele quem estava comercializado clandestinamente a madeira. Ele será indiciado por formação de quadrilha. “Isso tudo era uma fraude que estava usando para comercializar madeira ilegal”, explica o delegado.

Os presos confessaram que tinha um ‘contrato de gaveta’ que os autorizavam a entrar na fazenda e extrair a madeira comprada por R$ 100 mil do fazendeiro, que chegou a denunciar o delegado de São José do Rio Claro, Romildo Grota, na Corregedoria da Polícia Civil, por não estar investigando o suposto furto de madeira de sua fazenda, com a intenção de fugir da fiscalização da Secretaria do Meio Ambiente.

Fonte: Assessoria/PJC-MT
 
  Notícias Relacionadas
 
 
  Comentários
 
 
 
 
  Vídeos
  ASSEMBLEIA DE MATO GROSSO ENTREGA AMBULÂNCIAS
 
  Publicidades
WATSSAP
 
  Últimas Notícias
Política
| 12-12-2017 10h:22m
Justiça Eleitoral torna inelegível por 8 anos o ex-prefeito do Rio Edu
Política
| 12-12-2017 10h:21m
Justiça Federal aceita denúncia contra Rocha Loures por corrupção pass
Política
| 12-12-2017 10h:20m
Ex-assessor de Cabral diz que esquema de corrupção movimentou R$ 500 m
Policia
| 12-12-2017 10h:17m
PRF apreende menor transportando maconha que seria entregue em Alta Fl
 
 
  Publicidades
 
  Facebook
 
Anjos Notícias 2011 - 2016 - Todos os direitos reservados
Av. Paulo Pires, 550 - Setor G - Alta Floresta - Mato Grosso | (66) 3521-1738 | (66) 9 8404-4744 | (66) 9 9224-4376 | (66) 9 9903-0669